Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

Polícia Federal abre centro de repressão a crimes cibernéticos


PF diz que centro é "mais um instrumento de prevenção e investigação a ataques cibernéticos contra sistemas de informação e infraestruturas críticas do Governo"

A Polícia Federal inaugurou nesta segunda (4), o Centro de Monitoramento do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos em Brasília. Segundo a PF, é "mais um instrumento de prevenção e investigação a ataques cibernéticos contra sistemas de informação e infraestruturas críticas do Governo Federal".

A PF afirma que as mais de 320 redes do Governo Federal recebem mais de dois mil ataques por hora. O objetivo do centro será "identificar e acompanhar, continuamente, os responsáveis por estes ataques, permitindo uma ação mais rápida e eficaz". O objetivo é evitar maiores danos aos sistemas ou aos dados sensíveis do governo ou dos cidadãos brasileiros.

Durante a Conferência Rio + 20 e os demais eventos de grande importância, como a Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016, o centro funcionará em regime de plantão, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Além do centro, a PF prepara a instalação de grupos táticos especializados em investigação de crimes cibernéticos nas doze cidades-sede da Copa do Mundo, além do desenvolvimento de outros sistemas inteligentes de coleta e tratamento de dados.

Fonte: CIO