Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

FBI fecha Silk Road, site secreto para comércio de drogas ilícitas

Página teria movimentado 1,2 bilhão de dólares, diz acusação. Responsável por site teria encomendado assassinato de usuário.

O FBI fechou no dia 2 de Outubro de 2013 o site "Silk Road", conhecido por oferecer todo o tipo de droga, lícita ou não. O site era abrigado como um "serviço anônimo" dentro da rede The Onion Router (Tor), que protege as informações sobre origem de uma comunicação. Segundo a acusação feita pelo FBI, o site tinha entre seus mantenedores Ross William Ulbricht. O endereço teria movimentado US$ 1,2 bilhão (R$ 2,6 bilhões) e pago US$ 80 milhões em comissões.

A existência do site foi revelada em 2011 por uma reportagem do site "Gizmodo". A página chegou a sair do ar, mas voltou com um novo endereço. Endereços da rede Tor não podem ser acessados sem o uso de um software especial que permite ao computador entrar na rede anônima. Hoje, a página apresenta uma mensagem informando que o site foi fechado pelas autoridades.

Segundo a acusação do FBI, Ulbricht chegou a pedir que fosse encomendado o assassinato de um dos usuários do site que estava ameaçando revelar a identidade de pessoas que faziam uso dos serviços oferecidos. Ulbricht é residente do estado do Texas, nos Estados Unidos.


Além de comércio ilegal de drogas, Ulbricht responde também por acesso não autorizado a computadores e por lavagem de dinheiro. A acusação ainda diz que pode haver outros envolvidos com a operação do site e que não foram identificados pelo FBI.

O Silk Road permitia que as compras fossem feitas usando a moeda virtual Bitcoin, que também pretende fornecer um nível de anonimato aos seus usuários.
No início de agosto, o FBI fechou outros sites da rede Tor ao prender o operador de um serviço de hospedagem para sites secretos.

Fonte: Globo