Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

Metade das empresas brasileiras projeta investir até R$ 110 mil em segurança da informação

Maior parte das empresas prioriza soluções de segurança que aprimorem produtividade

Metade das empresas brasileiras consultadas em recente pesquisa conduzida pela Dell SonicWall em parceria com a Business Marketing Solution (BMS) pretende investir até R$ 110 mil em segurança da informação neste ano. A segunda parcela, 21,1%, tem o orçamento da área estimado entre R$ 111 mil e R$ 220 mil, enquanto 9% prevê o valor na faixa de R$ 221 mil a R$ 1,1 milhão.

Além disso, a pesquisa detectou que o firewall é onipresente nas corporações, em 98,8% das entrevistadas – a liderança é dos sistemas de segurança do Linux (15,3%), seguido da Dell SonicWALL (14,2%), e Cisco (9,4%). Apenas 11,5% dizem não estar satisfeitas com a solução contratada.


Produtividade

A maioria das empresas entrevistadas demonstra preocupação maior com soluções de gestão relacionada com o aumento da produtividade, sobrepondo-se à segurança de rede. Mais da metade (56,2%) das companhias brasileiras consideram muito importante que um firewall possa detectar as aplicações de alta e baixa prioridade, permitindo acesso ou bloqueio delas. Já 36,8% consideram de média importância e 6,9%, de pouca. Os aplicativos críticos seriam ERP, VoIP, Vídeo Conferência, em detrimento de navegação web e acesso a jogos e a redes sociais, por exemplo, para evitar a dispersão dos funcionários.

Mobilidade

Acesso ao wifi corporativo por smartphones ou tablets pessoais é permitido por 59,4% das corporações. . Destas companhias, 70,5% não possuem qualquer sistema de bloqueio ao acesso de redes 3G/4G e apenas 29,4% o detêm.  Desse universo, 41,8% consideram muito importante que o firewall controle a disponibilidade de banda para uso desses dispositivos móveis. Já 36,5% consideram de média importância e 21,5%, pouca. Já em relação ao acesso remoto, 62,6% das empresas afirmam usar soluções de VPN SSL homologadas para dispositivos móveis, enquanto 37,3% não utilizam.

Foram ouvidas 685 companhias no país no estudo latino-americano, que contemplou também Argentina, México, Chile, Colômbia, Guatemala, República Dominicana e El Salvador.

Fonte: ITWEB