Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

Reações ao fechamento do Megaupload


Irritados também com SOPA e PIPA, membros do coletivo Anonymous estão atacando sites como o Departamento de Justiça e da gravadora Universal.

Em reação ao fechamento do popular site de download Megaupload, ativistas ligados ao coletivo Anonymous estão atacando – e tirando do ar na noite desta quinta (19) – os sites do Departamento de Justiça, da gravadora Universal Music e da Motion Picture Association of America, associação de estúdios de cinema.

Neste momento, a página da gravadora BMI também está fora do ar, como parte do que os ativistas estão chamando de "#OpMegaUpload". Quando um site é derrubado, usa-se o termo "Tango down", de origem militar (inimigo abatido).

De acordo com reportagem da CNET, canais de bate-papo na plataforma IRC usados por membros do grupo falam sobre a derrubada dos sites, e discutem quais serão os próximos alvos.

O IRC é um dos sistemas mais antigos de comunicação na internet, e é utilizado tanto por sua simplicidade como por ser possível manter seus participantes no anonimato.

Além do fechamento do Megaupload, a discussão em torno dos projetos de lei antipirataria SOPA/PIPA é apontada como motivo para a reação dos ativistas. Muitos pedem o boicote a produtos da indústria do entretenimento, como DVDs, filmes e músicas.

Para tirar os sites do ar, os ativistas usam uma técnica chamada DDoS e um software simples chamado LOIC (um acrônimo nerd para Canhão de Íons de Baixa Órbita, o que não quer dizer nada). Instalado em milhares de máquinas, o LOIC dispara um grande número de requisições para o mesmo endereço. Isso causa uma sobrecarga no servidor e leva à queda do site. No entanto, o ataque não é sustentável por muito tempo, e as páginas voltam a funcionar após algumas horas.

Fonte: Idgnow