Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

Pesquisadores desenvolvem histórias para usuários lembrarem senhas

O método funciona assim: se você tem a capacidade de memorizar 9 contos diferentes - de uma linha cada - então automaticamente seriam "salvas" as combinações para 126 contas.

Era uma vez, alguns pesquisadores da Universidade de Carnegie Mellon pensaram em um esquema para usar histórias e imagens para ajudar os usuários a viverem felizes para sempre, criando e lembrando de dúzias de senhas e evitando o uso das mesmas combinações para diversos sites.

O truque, porém, é que os usuários precisam repetir e praticar essas histórias de uma frase muitas vezes no início para que os contos e imagens relacionados não saiam de suas cabeças. As fotos servem como dispositivos mnemônicos para desencadear lembranças das histórias e palavras que podem ser usadas para proteger várias contas online.

"Se você pode memorizar nove histórias, o nosso sistema pode gerar senhas distintas para 126 contas", diz Jeremias Blocki, um aluno de Ph.D. no Departamento de Ciência da Computação da Universidade Carnegie Mellon, em um comunicado a respeito dessas "senhas naturalmente treinadas."

Blocki tem estado bastante ocupado à frente do projeto, também participando na criação de um sistema de proteção de senha apelidado de GOTCHA - que faz uso de manchas de tinta.


Ele apresentou um documento da pesquisa, que é financiada pela Fundação Nacional da Ciência e pelo Departamento de Pesquisas Científicas das Forças Aéreas, durante uma conferência de criptologia que ocorreu na Índia na semana passada. 

Ele e seus colegas pesquisadores Manuel Blum, professor de ciência da computação, e Anupam Datta, professor associado de ciência da computação e engenharia elétrica e informática, estão construindo um aplicativo móvel para colocar seu sistema no lugar.

De acordo com a CMU, o sistema envolve usuários selecionando fotos de pessoas e uma cena e, em seguida, o computador escolhe fotos de um objeto e de uma ação. Equipado com as fotos, o usuário, em seguida, constroi uma história "Miley Cyrus venceu a competição e foi eleita a Pessoa do Ano da revista TIME". O sistema envolve, em seguida, essas palavras e as combina em senhas que os usuários possam recordar por meio de imagens.

Um desafio dos pesquisadores enfrentam são com relação a sites que exigem certos caracteres, como números ou letras maiúsculas em suas senhas.

Fonte: IDGNOW