Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

4º dia da Semana Acadêmica de Informática no IESB-OESTE

Segue resumo da I SEMANA ACADÊMICA DE INFORMÁTICA (IESB-OESTE)

4º DIA

Palestrante: DEIVI LOPES KUHN

O Palestrante DEIVI LOPES abordou o tema: Porque você deve adotar Software Livre. Segue alguns trechos e complementos da apresentação.


A tecnologia da informação tem comprovado a cada dia sua força dentro da economia global, seja como setor de grande faturamento ou seja como elemento da nova dinâmica tecnológica do capitalismo. Contudo, neste novo mercado com suas características específicas,um subsetor em especial se destaca: o mercado de software que possui na sua alta rentabilidade um aspecto importante se comparado aos demais setores de tecnologia.

O mercado de Software se tornou estratégico dentro das disputas entre as empresas da área. Porém, mesmo com tanto interesse das empresas em entrar neste setor, ele continua, sendo um mercado bastante concentrado em grande parte de suas áreas de atuação. onde poucos conseguem consolidar seus produtos a se estabelecer como alternativa para os consumidores.

Todavia, um novo movimento, denominado predominantemente no Brasil como Software Livre e nos Estados Unidos como Open Source, vem provocando profundas alterações na dinâmica do setor e chamando a atenção pela qualidade de seus produtos e pela sua crescente utilização, sobretudo no mundo empresarial.

Este novo modelo de desenvolvimento de software, o qual passa a ser considerado um serviço ao invés de um produto, promove uma grande mudança na estrutura, nas estratégias e nos resultados no setor e mais amplo ainda, em todo o mercado de tecnologia da informação. O novo e grande concorrente não vem mais de uma pequena empresa que revoluciona com um produto totalmente novo, como no início do crescimento do setor, nem de grandes empresas que se articulam para conquistar um novo mercado, mas sim de um novo modelo, surgido de um movimento social, usando instrumentais totalmente novos e não personificados em nenhuma empresa específica.

O Software nada mais é que rotinas escritas em uma determinada linguagem que são convertidas para linguagem de máquina. No modelo tradicional de Software, as empresas desenvolvem cada rotina necessária para o seu funcionamento, convertem em linguagem de máquina e distribuem apenas o seu produto através de licenças de uso sobre ele e tratando o código original como segredo industrial. No modelo de Software Livre, o acesso ao código não possui restrições, qualquer um pode acessá-lo, alterá-lo e redistribuí-lo a vontade. As empresas do setor passam a ser remuneradas pelos serviços que prestam para os usuários deste software.

Em todo o mundo este novo modelo se apresenta como uma alternativa de desenvolvimento tecnológico e de economia para empresas usuárias de tecnologia e para os governos, ambos muito dependentes e aprisionados a fornecedores de Software. O próprio Governo Brasileiro, especialmente depois da posse do Presidente Lula, vêm utilizando softwares livres em praticamente todos os seus setores, e estabaleceu o seu uso como objetivo estratégico para todo o Governo.

O presente trabalho vai analisar as mudanças ocorridas na indústria de software, bem como os motivos que levaram o Governo Federal a estabelecer o uso de um modelo específico do mercado de software como uma decisão estratégica.

Caso queira aprofundar seus estudos neste tema, leia mais abaixo na monografia realizado pelo Autor DEIVI LOPES sobre título "Software Livre e as alterações no mercado de software no Brasil e no mundo – elementos para uma política governamental de software"
Software livre e as alterações no mercado de software no brasil e no mundo


Assim encerrou-se o quarto dia de apresentação. Aguarde por mais novidades dos outros dias de palestras em nosso blog.

Até a Próxima!