Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

Nove competências para 2012 na área de TI



Estudo anual da Computerworld nos Estados Unidos comprova: entre os profissionais mais requisitados pelos CIOs em 2012 estarão aqueles com um ou mais dessas nove competências:

1 - Programação e desenvolvimento de aplicações: perto de 61% das 353 grandes empresas americanas ouvidas para o estudo procuram profissionais para o desenvolvimento de sites, a atualização de sistemas internos e o suporte às necessidades de utilizadores de dispositivos móveis.

Este crescimento não surpreende John Reed, diretor executivo de recursos humanos da Half Technology. “O desenvolvimento para interfaces Web continua a ser muito forte”, conforme as empresas tentam melhorar a experiência do usuário, explica. Espera-se que haja também um grande esforço para desenvolver tecnologias de mobilidade para melhorar o acesso dos clientes através de smartphones.

2 - Gestão de projetos:

cerca de 44% das organizações pretendem contratar pessoas com competências nessa área, durante os próximos 12 meses. Um ponto percentual acima no verificado para 2010. 

Os grandes projetos precisam de gestores, mas também precisam de analistas de negócio capazes de identificar as necessidades dos usários e traduzi-las para os funcionários de TI encarregados de responder a essas necessidades e concluir projetos dentro do prazo. “A procura tem sido mais centrada em analistas de negócio do que em gestores de projetos”, diz Reed.

Em outras palavras, previlegiam-se aqueles capazes de concretizar os projetos em vez de quem de quem apenas os supervisiona e monitora.


3 - Help Desk e suporte técnico: nos próximos 12 meses, cerca de 35% das empresas deverá contratar recursos humanos com habilitações neste campo (menos 8% do que o previsto para 2010). Enquanto se usarem TI no local de trabalho, haverá a necessidade de ter funcionários de apoio, sejam eles internos ou por assistência remota. O help desk e suporte técnico são pontos de entrada para os profissionais de TI e cargos nos quais podem adquirir as aptidões necessárias para as funções de análise de programação ou de sistemas.

Mas os sistemas operacionais de mobilidade “têm acrescentado uma nova dimensão ao help desk e ao suporte técnico”, diz David Foote, CEO da consultoria Foote Partners.

4 - Redes: cerca de 35% (menos 3%), das empresas vai procurar recursos para gerir redes. Reed considera que os profissionais de TI com competências de gestão de rede continuarão a ter grande procura. Isso tem sido alimentado, em parte, com os projetos de virtualização e de cloud computing.

A maior demanda é por profissionais habilitados para gerir tecnologia VMware e Citrix. As certificações são importantes, mas não parecem estar definindo o mercado.

5 - Business Intelligence: perto de 23% das organizações deverá procurar profissionais competentes nesta área nos próximos 12 meses. Mais 10% do que em 2010. O pequeno aumento na procura destes profissionais indica uma mudança de enfoque nas empresas: da redução de custos, para o investimento em tecnologia capaz de fornecer dados em tempo real.

6 - Data center: a procura por profissionais com habilitações para trabalhar nos centros de dados deve baixar 3%. Apenas 18% das empresas nos Estados Unidos deve procurar recursos humanos para essas funções. Tal como as redes, as operações de data centers serão afetadas pela virtualização e as estratégias de migração para cloud computing.

Além disso, as exigências de ter dados disponíveis para obter as garantias de níveis de serviços de TI enfatizam a necessidade de ter especialistas em Disaster Recovery e Business Continuity.

7 - Web 2.0: Perto de 18% das organizações pretendem contratar pessoal com aptidões para esta área nos próximos 12 meses (em 2010 eram 17%). As competências técnicas em torno das redes sociais continuam a ser procuradas. Reed espera que a tendência se mantenha em 2012. Aptidões para .Net, AJAX e PHP serão valorizadas para o back-end, assim com as competências em HTML, XML, CSS, Flash e Javascript, entre outras, serão muito procuradas para o front-end.

8 - Segurança: apenas 17% das empresas planejam fazer contratações para responder a necessidades nesta área. Menos 15% do que o previsto para 2010. A queda pode ser surpreendente, dado ao crescimento das ameaças de segurança da informação em 2011. Mas a segurança não deixou de ser uma preocupação de nível superior para muitas organizações, especialmente entre aquelas que consideram adoptar plataformas de cloud computing.

9 - Telecomunicações: perto de 9% das empresas diz que vai contratar profissionais com competências neste campo nos próximos 12 meses, face a 17% nas previsões para 2010. A atualização de sistemas de comunicação, associada à implantação de VoIP, alimenta a demanda.

Fonte: CIO