Postagem em destaque

Como iniciar a sua carreira de Segurança da Informação?

Planejamento para se tornar um Analista de Segurança da Informação. Monte o Seu. Após um pouco de pesquisa sobre o tema e conversad...

O monitoramento e os altos custos da inatividade de rede

Empresas que não monitoram seus sistemas de TI podem perder muito tempo com problemas comuns em suas infraestruturas

Já dizia Benjamin Franklin: "Um grama de prevenção vale por um quilo de cura", adaptando a frase para uma referência de medida comum no Brasil. Esta ideia, na verdade, é válida para os mais diversos setores da vida – contudo, a questão do controle humano e da possibilidade de prevenção de riscos é própria dos negócios e, mais ainda, da tecnologia, que deve otimizar a produção. 

Por exemplo, uma pesquisa solicitada pela Paessler sobre monitoramento de TI no Reino Unido descobriu que 43% das empresas que não monitoram seus sistemas perdem, em média, duas horas por semana resolvendo problemas corriqueiros que poderiam ter sido evitados. A pesquisa também revelou que uma em 10 empresas que não monitoram seus sistemas perde mais de cinco de horas por semana tratando desses problemas - o equivalente a desperdiçar 30 dias úteis por ano com reparos!

A pesquisa, realizada com 300 gerentes de TI de empresas que monitoram e que não monitoram suas redes, demonstrou que quase metade das empresas (46%) que não monitoram seus sistemas, frequentemente, recebe alerta de problemas da equipe que não trabalha com TI ou, pior, dos próprios clientes.  Como se não bastassem os custos de tempo e dinheiro da inatividade, a empresa pode ainda prejudicar a sua reputação no mercado e comprometer a confiança do cliente. 


As empresas médias e pequenas, por sua vez, estão mais propícias a danos maiores, pois, a perda de um cliente por conta de problemas no sistema de rede pode ter consequências catastróficas no faturamento. De acordo com a pesquisa, as empresas deste porte demonstraram perda de 2,5 horas semanais resolvendo problemas comuns de TI.

É quase certo que estes dados levantados no Reino Unido sugiram problemas semelhantes em muitos países. Por isso, temos um plano de pesquisas para avaliar as deficiências dos sistemas de rede em grandes mercados. Dentro deste plano de pesquisas consideramos o Brasil, sétima economia mundial, com um mercado interessado em tecnologia e no crescimento, uma de nossas prioridades.   

Incluir soluções tecnológicas para melhorar a produção de bens e serviços é tarefa fundamental para o sucesso dos negócios. No setor de TI, dispositivos e sistemas inteligentes cada vez mais trabalham juntos para operar de maneira adequada. Neste meio, fica claro que um software de monitoramento de redes pode ser considerado justamente aquele grama de prevenção necessário para manter uma empresa produtiva e bem-sucedida.